Notícia boa: O amor existe!

Amor: iraquiano e muçulmana xiita enfrentam todos pra ficarem juntos

Eles tinham consciência das divisões étnicas e religiosas no Iraque que os separavam, mas se uniram por um sentimento maior.
No auge da guerra civil no Iraque, Hassam e Zahra se apaixonaram e arriscaram as suas vidas ao desafiar a família e os costumes da região. O iraquiano sunita, Hassam, conheceu a muçulmana xiita, Zahra, enquanto dirigia seu táxi.

Ele puxou conversa, se apaixonou e passou a levá-la todos os dias. Conclusão: venceram preconceitos e acabaram ficando juntos, contra todos.

Nem um acidente, quando Zahra perdeu uma das pernas após ser atingida por uma bomba, fez os dois desistirem um do outro. Os dois lembram de amores impossíveis como o caso de Romeu e Julieta, e dizem que quando os iraquianos amam de verdade se sacrificam pelo amor.
No país, cerca de 95% da população é de muçulmanos, mas, entre eles, cerca de 60% são xiitas e 40% sunitas. Os dois grupos têm interpretações diferentes do Corão, o livro sagrado, e viveram períodos de turbulenta divisão étnica, religiosa e política na região.O governo sunita de Saddam Hussein comandava a maioria xiita com mão de ferro. Com sua a queda, após mais de três décadas no poder, antigas divisões entraram em ebulição e o país passou a ser marcado pela violência sectária.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s