Insight: Critique, também está na moda.

Muitas coisas hoje em dia parecem que estão na moda. (leia mais aqui). Não estou falando de roupas, sapatos, maquiagens e derivados, mas sim de alguns comportamentos. E a pergunta é: Será mesmo bom fazer o que está na moda?

crítica E o complicado, é que estamos sempre prontos para reproduzir algo (leia aqui ó), e talvez, por este motivo, quando olhamos a maioria das pessoas realizando algum comportamento pensamos: “Vou fazer também!”. É como em um show de qualquer estilo musical, se todos pulam, oras… vou pular também! Uhul!  E as críticas não estão muito longe desse exemplo escroto do show, quando nos deparamos com algo que já está sendo bombardeado por críticas, parece que os dedos começam a coçar para entrar em ação também!
Continuar lendo

Anúncios

Música do dia: Swear and Shake – These White Walls.

Swear and Shake é uma banda americana formada em 2010, na cidade de New York. Consiste em um quarteto formado por Tom Elefante (bateria), Kari Spieler (vocal, guitarra), Adam McHeffey (vocal, guitarra) e Shaun Savage (baixo). O som deles é um indie pop com folk bem feito, e intercala o vocal masculino e feminino entre as faixas do álbum Maple Ridge, primeiro e único trabalho lançado por eles até hoje.

Dicas & Afins: Dicas de Português

Com a internet e o acesso maior para informações e publicações, conseguimos captar alguns “errinhos” de português. Esse idioma que é tão difícil e complicado! Infelizmente, nem todos tiveram a oportunidade de ter uma boa formação escolar. (Leia mais aqui).
Não precisamos ser professores, mas é importante saber de algumas regrinhas para escrever, e assim, vamos ter mais credibilidade no queremos expor e expressar!

ão e am Ç Continuar lendo

Insights: Tudo mudou, e elas também.

Não é de hoje que todos nós sabemos que as mulheres mudaram. E mudaram muito. Há mais de um século, a fase de mulheres submissas ficou para trás. Foi depois da Segunda Guerra, quando a população de homens andava escassa e o hemisfério norte precisava ser reconstruído, que elas foram convocadas para sair do lar e entrar no mercado de trabalho. Entre 1976 a 2007, mais de 30 milhões de mulheres entraram no mercado de trabalho no nosso Brasil varonil.
mulherHoje, é super comum ver mulheres que cuidam das suas famílias e são completamente auto suficientes. Hoje o acesso aos estudos, cultura, trabalho, reconhecimento está bem diferente do que na época da minha bisavó. Na época dela mulher ficava em casa cuidando dos filhos e da casa, e pronto. Hoje já na minha geração, estudar, trabalhar, conquistar coisas é algo tão comum, que chega a ser quase que uma “obrigação”. Cada vez mais, as mulheres, conseguem cuidar da própria vida, sem depender de marido. Com a carteira gordinha casar só se for por amor. E é bem isso que tem acontecido, elas (e eles) têm passado muito mais tempo solteiras. Os novos 20 anos são aos 30 anos! (Que beleza!)
Continuar lendo