Insights: Namorar ou não namorar?

Opa! Já estamos em 2013 e muita coisa mudou nesses anos de humanidade! Inclusive os relacionamentos e a forma que as coisas funcionam. Sim, falando especificamente da nossa cultura brasileira, pra ser mais especifica, talvez, paulistana. Não vou generalizar mundialmente, pois sabemos que temos muitas culturas e respeitamos isso!

namoro ficar Ainda me lembro quando surgiu essa coisa de “ficar” (talvez não muito). Mas lembro da reação dos pais e das reportagens que apareciam no Fantástico explicando essa “onda jovem”, era engraçado ver a reação das pessoas de outras gerações diante da esmagadora transformação de relacionamentos. Pois é! Estamos em 2013 e hoje em dia a coisa mais normal do mundo é ficar com alguém. Isso é bacana, conhecemos pessoas, nos relacionamos, beijamos, curtimos (ai a coisa do carnaval, né?). Sair “de balada” e “pegar” alguém! Isso é mais comum do que arroz e feijão na nossa cultura. E é até bom, pois você pode conhecer as pessoas, ter a “amostra grátis de namoro”, e não ter que casar porque pegou na mão, como antigamente.
Mas então, como nada com o ser humano é simples e fácil de se resolver, temos alguns pontos nessa forma de relacionamentos. Vejo mulheres dizendo que os homens não querem relacionamentos sérios, vejo homens dizendo que as mulheres que não querem relacionamento sério! É uma confusão só! (Lembra do insight fale? Leia aqui, vai ajudar!)

Acontece é que não temos regras claras para o ficar, e muito menos sobre o que pode ficando ficar namorarou não pode. E isso gera muita confusão, e claro, dor de cabeça e no coração! Como saber se você chama pra sair de novo? Manda sms? Adiciona na rede social?
São perguntas frequentes e sempre sem respostas, e nunca sabemos como agir, que atitudes tomar e quase sempre ficar, é uma montanha russa de emoções!

É frio na barriga, é ciúmes, é sentimento de rejeição, é paixão, é possessão, é medo, é vontade, é dúvida, é confusão… é espera! Tudo isso, claro, se você “está ficando” com alguém, pois temos aquela “pegada” de apenas uma noite. E além de tudo isso vem a maior dúvida de todas: “Será que vai dar em namoro?”. Acredito que isso é o que todos pensam depois de um tempo ficando com alguém. Só que esse “tempo” também não tem uma regra ou ainda algo que indique quanto tempo é necessário. Pode ser 1 semana, 1 mês, 1 ano! Quem sabe?

Mas o que define, determina, decide se a ficada vai virar namoro?

Talvez essa pergunta seja mais difícil de responder do que a famosa: “O que tem após a morte?“. Existem muitas variantes que vão levar uma ficada ao namoro. Tanto para o homem, quanto para a mulher. Não existe uma formula magica ou ainda um roteiro a ser seguido para que o ficar vire namoro. Mas existem algumas coisas que podemos pensar, e talvez tentar entender o que acontece conosco!

O momento de vida: Todos nós temos momentos em nossas vidas. Às vezes estamos mais focados na família  nos estudos, trabalho ou amigos! Isso é algo que precede a ficada com alguém, e então podemos nos deparar com aquela frase: “Pessoa certa no momento errado”, temos que ter consciência que ao iniciar um relacionamento, até mesmo quando começamos a ficar com alguém, é sempre bom dizer em que momento estamos. Se estamos dispostos à um relacionamento, ou estamos focados em outros setores da vida. Isso ajuda a outra pessoa a entender e ir com mais calma, e claro, curtir da melhor forma!

Trauma de relacionamentos: Esse é um dos favoritos! (Muito usado por sinal!), quando a maioria das pessoas terminam um relacionamento sério, elas começam a buscar novas experiências, e então, começam a comparar o antigo relacionamento com a ficada, ou ainda, se privam da oportunidade de um novo relacionamento sério devido às más lembranças do anterior. Coração ferido e cabeça confusa, são uma combinação perigosa para começar a ficar com alguém. Por isso, é melhor limpar todos os traumas, más impressões e visões negativas de relacionamentos sérios, antes de iniciar uma ficada com alguém. Melhor para você, melhor para a pessoa! Assim ambos vão curtir muito mais, sem comparações e neuras!

Solteiro(a) convicto: Temos esse grupo que adora curtir a vida, ama seus amigos(as), suas atividades, viagens e liberdade é a lei! São pessoas que estão dispostas a experimentar sempre, conhecer e manter-se fiel à sua liberdade. Isso é ótimo, afinal, todos nós temos que ter esse tempo para nós, e para viver novas coisas. Porém, muitas pessoas que tem essa visão, acreditam que assumindo um namoro irão perder todo esse lado bom da vida. Como dizem: “a parte chata”, e por isso estendem a ficada por muito mais tempo, para fugir da responsabilidade de dizer: Sou comprometido(a). Algumas pessoas enxergam relacionamentos como uma verdadeira castração da diversão e de vida. É como se namorar fosse um sinal de “será tudo tedioso e chato”. Mas nós sabemos que não é bem assim, não é mesmo? Namorar não é algo pesado e que irá acabar com a sua vida social, é uma soma, quem sabe multiplicação. É a oportunidade de ter alguém para te acompanhar e te apoiar, e a parte chata, na verdade não existe! É só uma visão imposta o tempo todo. Afinal solteiros gastam mais do que comprometidos, certo!? (Pense nisso!).

Esse são apenas alguns pontos que podem ser considerados. Mas acredito que quando nos apaixonamos, gostamos de alguém de verdade, quando conhecemos alguém que realmente faz o nosso coração alterar as batidas. Esse alguém irá fazer você pular todos os empecilhos de sair da ficada e ir pro namoro. O sentimento ainda é soberano em relação à isso, quando gostamos vamos atrás, passamos por cima de momentos, solteirismo e traumas, pois aquela pessoa nos faz bem, é uma soma e sentimos algo maior por ela.

Afinal, quem quer, encontra um meio, quem não quer encontra uma desculpa.

 

Anúncios

Uma resposta em “Insights: Namorar ou não namorar?

  1. Pingback: Insights: Tudo mudou, e elas também. |

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s